Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:8080/xmlui/handle/123456789/163
Título: A atividade de inteligência no Poder Judiciário: a defesa dos princípios de Bangalore e sua aplicação nos Núcleos de Pesquisa Patrimonial
Autor(es): Seabra, Marcelo Canizares Schettini
Silva, Antonio Donizete Ferreira da
Palavras-chave: Segurança pessoal, magistrados
Segurança do trabalho
Data do documento: 2020
Editor: CNJ
Citação: SEABRA, Marcelo Canizares Schettini; SILVA, Antonio Donizete Ferreira da. A atividade de inteligência no Poder Judiciário: a defesa dos princípios de Bangalore e sua aplicação nos Núcleos de Pesquisa Patrimonial. Revista CNJ, Brasília, v. 4, n. 1, p. 145-157, jan./jun. 2020.
Resumo: O artigo trata da atividade de inteligência no sistema de justiça, sua relação com os princípios de Bangalore e sua atuação nos Núcleos de Pesquisa Patrimonial. Objetiva-se destacar o surgimento e a necessidade da inteligência dentro do Judiciário bem como identificar como atua na busca pela efetividade dos julgados e na proteção dos magistrados, sendo, em outro espectro, uma ferramenta apta a contribuir para a prestação jurisdicional. Optou-se pela revisão bibliográfica como técnica de pesquisa e o método hipotético-dedutivo para apresentar as conclusões. Conclui-se que, no Judiciário, a inteligência tem foco na produção e salvaguarda de conhecimentos necessários à tomada de decisão, promovendo a independência e imparcialidade da magistratura e, por meio dos Núcleos de Pesquisa, atua na efetividade da justiça.
URI: http://localhost:8080/xmlui/handle/123456789/163
ISSN: 2525-4502
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
A atividade de inteligência no Poder Judiciário.pdf330.1 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.