Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:8080/xmlui/handle/123456789/185
Título: Aplicação da Inteligência Artificial na identificação de conexões pelo fato e tese jurídica nas petições iniciais e integração com o Sistema de Processo Eletrônico
Autor(es): Castro Júnior, Antônio Pires de
Calixto, Wesley Pacheco
Castro, Cláudio Henrique Araujo de
Palavras-chave: Tecnologia da informação, Poder Judiciário
Inteligência artificial, Poder Judiciário
Data do documento: 2020
Editor: CNJ
Citação: CASTRO JÚNIOR, Antônio Pires de; CALIXTO, Wesley Pacheco; CASTRO, Cláudio Henrique Araujo de. Aplicação da Inteligência Artificial na identificação de conexões pelo fato e tese jurídica nas petições iniciais e integração com o Sistema de Processo Eletrônico. Revista CNJ, Brasília, v. 4, n. 1, p. 9-18, jan./jun. 2020.
Resumo: Esse artigo trabalha com a possibilidade de identificar e unificar, automaticamente, volumes significativos de demandas judiciais em tramitação que possuam o mesmo fato e tese jurídica. Com a identificação e a unificação dos processos em agrupamentos, objetiva-se criar pendências no Sistema de Processo Eletrônico com a finalidade de informar a possibilidade de ocorrência de conexão às diferentes unidades judiciais que receberam as causas por distribuição, alertando e facilitando a análise pelo Julgador. São aplicadas técnicas de Processamento de Linguagem Natural, aprendizagem por similaridade e Redes Neurais Artificiais. A solução de Inteligência Artificial (IA) construída, chamada Berna, encontra-se em produção no Poder Judiciário Goiano. A precisão de 96% nos estudos de casos demonstra a efetividade do método.
URI: http://localhost:8080/xmlui/handle/123456789/185
ISSN: 2525-4502
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Aplicação da Inteligência Artificial na identificação de conexões.pdf417.17 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.