Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:8080/xmlui/handle/123456789/503
Título: Caderno de gestão dos escritórios sociais I: guia para aplicação da metodologia de mobilização de pessoas pré-egressas
Autor(es): Conselho Nacional de Justiça
Palavras-chave: Direitos humanos, sistema penitenciário
Direitos e garantias individuais, tratamento de preso
Serviço social junto a delinquente e criminoso
Patronato de liberados
Política penitenciária
Data do documento: 2020
Editor: CNJ
Citação: BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. Caderno de gestão dos escritórios sociais I: guia para aplicação da metodologia de mobilização de pessoas pré-egressas. Brasília: CNJ, 2020. 90 p., il. (Série Justiça Presente. Coleção política para pessoas egressas).
Descrição: – Sumário – Parte I – Entendendo a metodologia e seus fundamentos: 1. O que é a Metodologia de Mobilização de Pessoas Pré-Egressas? Quais são seus objetivos? – 12; 2. Quem é a pessoa pré-egressa? – 13; 2.1. Presença da questão social: as desigualdades de raça e de classe – 13; 2.2. Desconsideração aos direitos individuais – 14; 2.3. Consequências da vida na prisão – 14; 3. Quais os princípios que embasam as ações propostas? – 15; 3.1. Reconhecimento da realidade prisional e de suas consequências – 15; 3.2. Inserção na realidade social, territorial e comunitária – 15; 3.3. Perspectiva de rede contraposta às práticas endógenas e isoladas – 16; 3.4. Reconhecimento da pessoa pré-egressa como sujeito de direitos, comprometimento com os direitos humanos e respeito às diferenças – 17; 3.5. Práticas realizadas com avaliação e crítica permanentes – 17; 3.6. Participação como base das ações – 17; 4. Quais são as instituições implicadas e quais as atribuições propostas? – 18; 4.1. Escritórios Sociais – 18; 4.2. Órgão central de administração penitenciária – 20; 4.3. Unidades prisionais – 21; 4.4. Prefeituras municipais – 22; 4.5. Conselhos da Comunidade – 22; 4.6. Poder Judiciário – 22; Parte II – Preparando a implementação das ações: 5. Como a Metodologia se organiza? Quais os eixos das ações? – 26; 6. Como iniciar a implantação da Metodologia de Mobilização de Pessoas Pré-Egressas? Com quem articular? – 27; 7. O que é o diagnóstico situacional? – 27; 7.1. Realidade social – 28; 7.2. Realidade prisional – 28; 8. Como elaborar o planejamento local? – 29; Parte III – O atendimento direto: 9. Como se dá o ingresso no atendimento? – 32; 10. O que é o Plano Individual de Saída? – 32; 11. O que deve ser abordado no atendimento individual? – 33; 12. O que é o Mapa de Saída? – 34; 13. O que são as oficinas temáticas e o que devem abordar? – 35; 14. Quais são as finalidades de cada temática e quais seus instrumento e técnicas? – 37; 14.1. Direitos e recursos de cidadania – 37; 14.2. A prisão e suas consequências – 43; 14.3. Relações pessoais, familiares e comunitárias – 51; 14.4. Trabalho e alternativas profissionais – 55; 15. Que atividades complementares podem ser desenvolvidas? – 61; Parte IV – Qualificação técnica, apoio e divulgação da prática: 16. O que é a formação continuada? – 64; 16.1. Para executores da Metodologia – 64; 16.2. Atividades para o conjunto de servidores do estabelecimento prisional – 65; 16.3. Capacitação da rede de serviços e parcerias – 65; 17. Como é feito o monitoramento e supervisão da prática? – 65; 18. Quando e como é importante fazer a avaliação das atividades? – 66; 19. Como fazer a comunicação social e a divulgação? – 66; 19.1. Divulgação Interna – 67; 19.2. Divulgação na rede participante e comunidade em geral – 67; 19.3. Comunicação científica – 67; 20. O quê e porquê registrar as ações realizadas? – 68; 20.1. Registro das atividades em geral – 68; 20.2. Registro dos atendimentos individuais – 68; 21. Depois de tudo, o que é importante destacar? – 68; Bibliografia – 71; Anexos: Anexo 1. Folder explicativo da Metodologia – 76; Anexo 2. Diagnóstico situacional – 78; Anexo 3. Roteiro de planejamento local – 81; Anexo 4. Plano Individual e Mapa da Saída – 83; Anexo 5. Atividades complementares – 85; Anexo 6. Portaria estadual de adoção da Metodologia – 86.
URI: http://localhost:8080/xmlui/handle/123456789/503
ISBN: 978-65-88014-58-5
Aparece nas coleções:Manuais e cartilhas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Caderno-I-Guia-para-Aplicacao_eletronico.pdf3.62 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.